Minha foto
+55 11 981058611 - lucaspupo@gmail.com : Fotografia e Cinematografia Subaquatica; Projetos Underwater e Equipamentos.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

GATES EPIC - Flutuação


Esse equipamento tem alguns diferenciais e sem duvida nenhuma a ergonomia na engenharia e distribuição de peso é um dos pontos fortes. Ela atua maravilhosamente no quesito de controle do eixo de gravidade, e isso é fundamental na estabilidade do plano. 

A Gates Epic sofre uma variação do centro gravitacional conforme a lente, modelo e fabricante que você usa. Para cada lente é necessário a utilização de um extensor de port, já que cada lente tem seu comprimento.  As lentes Cooke mini S4i, por exemplo, usam todas o mesmo extensor, porem a 18mm pesa 1.3 kg e a 25mm pesa 1.9 kg, essa variação o operador sente no trícepes e é preciso ajustar o equipamento para que ele nao fique caindo pra frente. A Gates Epic, já sabendo desta necessidade possui um sistema de acoplagem de lastro, onde o operador pode calibrar o equipamento, colocando mais peso na frente, atras ou mesmo dos lados. Isso permite equalizar o sistema, ou calibrar de forma a auxiliar sua operação em relação ao plano a ser filmado. Essa ergonomia, distribuição de peso, design e material permitem movimentos de camera, PAN e TILT, que nenhum outro equipamento manualmente operado oferece dentro da água. 

Lembrando, todo equipamento de mergulho deve ter a flutuabilidade ligeiramente negativa para que, em caso de desprendimento com o mergulhador (operador), ele vá ao solo e com um procedimento de busca possa ser encontrado. Se boiar, a correnteza leva. Use sempre um lesh !